Medalha da Academia Galega da Língua Portuguesa

O próximo dia 5 de outubro de 2012 terá lugar na cidade de Ourense a cerimónia de posse dos novos académicos correspondentes da Academia Galega da Língua Portuguesa. O ato reveste uma especial importância por tratar-se da entrada na instituição galega, criada em Santiago de Compostela em 2008, de algumas das personalidades de maior relevância internacional no estudo, divulgação e defesa da língua portuguesa.

O Acadêmico Correspondente da Academia Galega da Língua Portuguesa Prof. Dr. Evandro Vieira Ouriques, que está na Europa baseado na Faculdade de Letras da Universidade do Porto a convite do Programa Erasmus Mundus, tratará do tema Auto-reflexão, Fato e Valor: a Unidade para a Mudança em palestra na Reunião Científica do Grupo Galabra, da Faculdade de Filologia da Universidade de Santiago de Compostela, na próxima terça-feira, dia 14 de Janeiro, às 16 horas, no Seminário B.

Publicado em Info Atualidade

Prof. Evandro Vieira Ouriques | Foto: Estelita de Amorim Ouriques

Subordinada ao título «Psicopolítica e Emancipação Intercultural: A questão Galiza, Brasil e Lusofonia», terá lugar o dia 13 de dezembro no Colégio Brasileiro de Altos Estudos da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Introdução do conferencista:

Vc sabe que a origem da língua brasileira é inequivocamente galaico-portuguesa e não portuguesa? Quais os efeitos políticos e culturais que este esquecimento tem no dia-a-dia de nossas decisões, e portanto de nosso futuro, tão ameaçado pela mentalidade desenvolvimentista tanto da direita quanto da esquerda, e que tende a violar os Direitos Humanos e os Direitos da Terra de quem o recusa ou o questiona? Que oportunidades se abrem com o resgate desta verdade histórica? Quais as suas aplicações práticas na construção da identidade, do trabalho autoral, da colaboração, da sustentabilidade?

Nesta conferência, que será realizada no Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ (gratuita, com Certificado), o Prof. Evandro Vieira Ouriques vai aplicar a perspectiva psicopolítica, com a qual procura contribuir para o avanço dos Estudos Culturais e da Economia Política, nesta questão, mostrando porque ela é a melhor convergência para a ação emancipatória frente à captura dos territórios mentais pela insustentabilidade e pela irresponsabilidade do desenvolvimentismo.

Publicado em Info Atualidade