terça-feira, 12 abril 2011 22:58

Academia Galega da Língua Portuguesa em Macau

 Cerimónia de abertura do 15º Colóquio da Lusofonia

Arrancou o 15º Colóquio da Lusofonia
com a participação da académica Concha Rousia

Inaugurou-se hoje, 12 de abril, no Instituto Politécnico de Macau (IPM), o 15º Colóquio da Lusofonia, sob o tíulo "Macau: Quatro séculos de Lusofonia - Passado, Presente e Futuro". No evento, que decorrerá até 15 de abril, participam 38 oradores da mais diversa procedência: Portugal, Galiza, Brasil, Macau, Moçambique, Alemanha, Bélgica, Bulgária...

A primeira sessão de oradores, com início às 15 horas, contou com a participação de Malaca Casteleiro (ACL), que interveio sobre o tema “28 Anos de Labuta pelo Ensino da Língua Portuguesa em Macau e na China”; Concha Rousia, em representação da Academia Galega da Língua Portuguesa, que falou sobre "Mudança da Narrativa Linguística na Galiza II: Discursos Aparecidos na Galiza desde a Criação da AGLP" [PDF- Resumo]; Evanildo Bechara (ABL), sob o título “O Acordo Ortográfico de 1990” e Rolf Kemmler, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, sobre “Uma Querela Lusófona com Final Feliz: A Entrada em Vigor do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990”.

Sob a organização da Associação Internacional dos Colóquios da Lusofonia (AICL) e o IPM, é a primeira vez que uma edição dos Colóquios se desloca a esta Região Administrativa Especial da China. É regra dos Colóquios o patrocinio inteletual das três academias da língua (galega, brasileira e portuguesa), que também nesta oportunidade estão representadas.

Mais info:

Ler 3267 vezes