Categoria: Membros Numerários Acessos: 904

Seoane Dovigo, Maria

 

María Seoane Dovigo

 

Maria Seoane Dovigo nasceu na Corunha em 1972. É licenciada em Filologia Hispânica pela Universidade da Corunha. Realizou os cursos de doutoramento entre 1995 e 1997 no departamento de Filologia Espanhola e Latina da mesma universidade e obteve a suficiência investigadora com um estudo sobre o exórdio nas retóricas espanholas do século XVI. Foi bolseira de investigação da Junta da Galiza entre 1995 e 2000, anos nos que trabalhou no seu projeto de tese de doutoramento, dedicado à análise do género do prólogo. Apresentou diferentes trabalhos em congressos sobre literatura renascentista, edição de textos e literatura galega e colaborou em projetos de investigação sobre as fontes documentais para o estudo do teatro na Corunha, a literatura emblemática hispânica e a catalogação de publicações periódicas dos séculos XVI ao XVIII em bibliotecas da Galiza e Portugal.

Reside em Portugal desde 2000, onde é professora de Espanhol no ensino básico e secundário da rede de ensino público. A profissão docente levou-a a residir em diversas localidades no Algarve, no Alentejo e, atualmente, em Lisboa. Tem colaborado com a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa desde 2015 no programa de formação de professorado na qualidade de professora orientadora. Desenvolve trabalhos sobre a abordagem dos conteúdos culturais duma perspetiva internacionalista e interdisciplinar na didática das línguas estrangeiras. Nessa linha apresentou uma experiência de aula com materais didáticos próprios criados a partir da poesia do chileno Pablo Neruda nas aulas de espanhol/ língua estrangeira em Portugal no “VI Congreso de la enseñanza de español en Portugal” (Porto, 2015).

Está ligada ao associativismo desde 1991, ano em que se vinculou à Assembleia Galega da Mulher da Crunha e à Asociación Sócio-Pedagóxica Galega. É vogal do Conselho Diretivo da A.C. Pró-AGLP desde 2011. Faz parte da Associação Internacional dos Colóquios da Lusofonia, do MIL-Movimento Internacional Lusófono, da AGAL-Associaçom Galega da Língua e da PISCDIL- Plataforma Internacional da Sociedade Civil das Diásporas Lusófonas, da que é membro fundador. Faz parte do Conselho Geral do Museu da Língua Portuguesa de Bragança, em representação da Academia Galega da Língua Portuguesa.

Publicou artigos de divulgação e opinião sobre a cultura e a sociedade galegas em Portugal e das culturas e sociedades lusófonas na Galiza, em diferentes meios impressos e digitais: Portal Galego da Língua e revista Palavra Comum na Galiza, e revista Nova Águia, do Movimento Internacional Lusófono, e revista cultural Licungo, do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora, em Portugal. Com o mesmo intuito de divulgação cultural e comunicação entre as sociedades participou com diversas comunicações nos seguintes encontros anuais: Congresso da Cidadania Lusófona promovido pelo MIL em Lisboa, desde 2013, Encontro dos Escritores Moçambicanos na Diáspora em Lisboa, desde 2013, e Jornadas das Letras Galego-Portuguesas em Pitões das Júnias, Montalegre, desde 2014. Também foi convidada a palestrar ou apresentar comunicação nos seguintes encontros: “Ciclo de Conferências sobre os 10 anos de independência de Timor” (Universidade Lusófona, Lisboa, 2012), “Festival Jovem da Lusofonia”, da associação IUNA + Lusofonia em (Aveiro, 2013), “5ª edição do Encontro de Escritores Lusófonos” (Odivelas, 2015), Festival Literário “Tabula Rasa”, (Fátima, 2015) e “Congresso Internacional das Diásporas Lusófonas”, (Lisboa, 2015).

Como poeta participou nos seguintes encontros: “Raias Poéticas” (Vila Nova de Famalicão), Festival Internacional de Poesia “Grito de Mulher” (Lisboa), “Festival Imigrarte” (Lisboa), “Conversas com sabor a canela” (Montemor-o-Velho) e “Palavras no Mundo- Dia Internacional da Língua Materna” (Lisboa). Participou em antologias poéticas em Portugal, na Galiza e na Espanha: Um feixe de poesia na porta, do coletivo poético galego “A Porta Verde do Sétimo Andar”, Alquimia del fuego (Madrid, Amargord Ediciones) e as antologias De corpo inteiro e Rio dos bons sinais do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora. Publicou poemas nas revistas Palavra Comum (Galiza), Elipse-Revista literária galego portuguesa e na revista Licungo, do Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora.