quinta-feira, 28 fevereiro 2019 10:55

Homenagem a Eugénia Neto

O município de Montalegre rende homenagem a mais um "filho da terra". Acontece esta tarde, pelas 16 horas, no salão dos Paços do Concelho. Falamos da barrosã Maria Eugénia Neto que entre outras curiosidades, foi casada com o antigo presidente angolano, Agostinho Neto.

Maria Eugénia Neto nasceu em 1934, em Montalegre e cresceu em Lisboa. Estudou desenho e línguas estrangeiras e participou nos coros do Conservatório Nacional Português. Publicou os seus primeiros poemas e artigos na imprensa portuguesa.
Em 1948, num círculo de intelectuais africanos, conhece Agostinho Neto, com quem viria a casar-se 10 anos depois. Durante a luta armada de libertação nacional, prestou um valioso contributo à cultura pela divulgação de poesia em programas de rádio e publicação de artigos e poemas em jornais no estrangeiro. Chegada a Angola, foi diretora do Boletim da Organização da Mulher Angolana, que era traduzido em francês e inglês.
Publicou, entre outros títulos: «...E nas florestas os bichos falaram» (conto/1977), livro que mereceu o Prémio de Honra da comissão cultural da então RDA e o de exposição no certame «Os mais belos livros do mundo», realizada em Leipzig, «Foi esperança e foi certeza» (poemas, Luanda 1976 - 1.ª edição, Luanda, 1985 - 2.ª edição), «O soar dos kissanges» (Luanda, 2000). A autora encontra-se traduzida em diversas línguas.
Eugénia Neto é sócia honorária da Academia de Letras de Trás-os-Montes desde o dia 25 de julho de 2015.

Ler 551 vezes