Image

A Academia Galega da Língua Portuguesa, reunida o sábado 8 de janeiro em Santiago de Compostela, aprovou a proposta da Comissão de Publicações para a edição de 10 títulos dos Clássicos da Galiza no ano 2011, em colaboração com as Edições da Galiza; bem como a criação da Comissão de Gramática.

Publicado em Info Atualidade
quarta-feira, 21 julho 2010 19:19

AGLP disponibiliza Léxico da Galiza

Léxico da GalizaA Academia Galega da Língua Portuguesa, considerando a relevância social e a necessidade de dar cabida à participação cidadã, divulga o Léxico da Galiza na sua segunda revisão, corrigida e acrescentada, e cria uma conta de correio para consultas e sugestões, cll[arroba]academiagalega.org que será atendida pela Comissão de Lexicologia e Lexicografia.

Logo após a sua criação, a Academia Galega, considerando a importância da aplicação do Acordo Ortográfico de 1990 e a necessidade de incluir um contributo galego elaborou, por meio da Comissão de Lexicologia e Lexicografia, o Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa. Este documento consiste numa escolha de léxico galego não incluído até agora nos dicionários da língua comum, tomando como referência o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.

O documento, com 800 vocábulos, foi apresentado em Lisboa, em reunião com a Academia das Ciências de Lisboa, em 17 de março de 2009. No mês seguinte, uma primeira revisão corrigida e acrescentada foi exposta pelo presidente José-Martinho Montero Santalha na sessão interacadémica de realizada em 14 de abril, na sede da Academia das Ciências de Lisboa, na altura em que a Academia Brasileira de Letras apresentou a quinta edição do seu Vocabulário Ortográfico.

Em outubro de 2009 a Porto Editora lançou, no I Seminário de Lexicologia da AGLP, em Santiago de Compostela, o seu Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, adaptado ao Acordo Ortográfico. Realizado sob a direção do professor Malaca Casteleiro, da Academia das Ciências de Lisboa, contém 800 vocábulos do contributo galego, sendo a primeira vez que um vocabulário português inclui explicitamente vocabulário de uso corrente na Galiza. Posteriormente, em março de 2010, a Porto Editora divulgou na sua página web o Vocabulário, para consulta gratuita. Proximamente incluirá o mesmo léxico, com as suas definições, no Dicionário da Língua Portuguesa.

A segunda revisão do Léxico da Galiza, correspondente a janeiro de 2010, e que chegou aos 1200 vocábulos, foi incluída em 27 de abril de 2010 no Vocabulário Priberam, consultável na internet, na sequência do Acordo de Colaboração entre a Academia Galega e a Priberam Informática, assinado esse mesmo mês. O documento estabelece, também, a inclusão do léxico galego com as suas definições no Dicionário Priberam.

Publicado em Info Atualidade

AGLP e Porto Editora

Porto / Santiago de Compostela, 23 de julho de 2010

 A Porto Editora e a Academia Galega da Língua Portuguesa assinam um Protocolo de Cooperação que explicita, entre as atividades a desenvolver «a divulgação das respetivas atividades, nomeadamente as relacionadas com a difusão de produtos de valor cultural, com especial atenção ao português europeu, em que se insere a variedade galega», e «a incorporação progressiva nas bases de dados da Porto Editora dos conteúdos da norma galega do português, nomeadamente no relativo ao léxico, semântica, sintaxe e fraseologia».

Léxico da Galiza já foi incorporado ao Vocabulário Ortográfico da Porto Editora em outubro de 2009, consultável na Infopédia. O Acordo inclui a atualização regular deste léxico e a elaboração das suas definições, que serão integradas no Dicionário da Língua Portuguesa e outras publicações.

A responsabilidade deste trabalho corresponde à Comissão de Lexicologia e Lexicografia da Academia Galega da Língua Portuguesa, coordenada pelo professor António Gil Hernández. O Presidente da Academia Galega, Professor Doutor José-Martinho Montero Santalha, salientou a relevância da colaboração com a Porto Editora como «passo importante no reconhecimento internacional da variedade galega do português, e no fortalecimento das relações culturais luso-galaicas».

A Porto Editora é a maior editora portuguesa, com um catálogo diversificado nas áreas da Educação, Referência e Literatura, e da edição digital de conteúdos educativos.

A Infopédia constitui a maior base de conteúdos online em língua portuguesa e encontra-se estruturada em duas grandes áreas: 19 Dicionários (de Língua Portuguesa, bilingues, de verbos e especializados) e Enciclopédia, sendo um serviço indispensável como instrumento de estudo e de trabalho.

Mais informação:

Publicado em Info Atualidade
Presidente da AGLP Prof. Montero SantalhaDisponibilizamos texto lido por Montero Santalha na sessão de passado dia 14 em Lisboa

Numa sessão interacadémica, realizada em 14 de Abril no Salão Nobre da Academia das Ciências de Lisboa, foi apresentado o Léxico da Galiza elaborado pela Academia Galega da Língua Portuguesa, e a 5ª edição do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, elaborado pela Academia Brasileira de Letras sob a coordenação do Prof. Evanildo Cavalcante Bechara.

O lançamento realizou-se numa cerimónia que encabeçaram os presidentes das três academias da língua: portuguesa, brasileira e galega. Integraram a representação da Galiza vários académicos da AGLP: Ângelo Cristóvão (Secretário), Joám Trilho (Arquiveiro), Concha Rousia (Vice-Secretária), e Luís Gonçáles Blasco e Fernando V. Corredoira (da Comissão de Lexicologia e Lexicografia). Também assistiu o presidente da AGAL, Alexandre Banhos.

A sessão interacadémica decorreu no espaço de 70 minutos com as intervenções do Presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Prof. Arantes e Oliveira, o Presidente da Academia Brasileira de Letras, Prof. Cícero Sandroni, o académico da ABL, Prof. Evanildo Cavalcante Bechara, o académico da ACL Aníbal Pinto de Castro, e o Presidente da Academia Galega da Língua Portuguesa, Prof. Martinho Montero Santalha, encerrando o ato o Vice-Presidente da ACL, Prof. Adriano Moreira.

Presidência da Sessão Interacadémica

Presidência da Sessão Interacadémica

Para além da assistência de uma delegação da Academia Brasileira, académicos da ACL e a delegação galega, o ato contou com o Sr. embaixador do Brasil em Portugal, Celso Marcos Vieira de Souza, o Dr. Augusto Joel, assessor do Ministério da Cultura Português, e o Sr. Gaspar Diaz, Chefe da Conselharia Cultural da Embaixada da Espanha em Lisboa.

O Presidente da Academia das Ciências de Lisboa, Prof. Eduardo Romano de Arantes e Oliveira, assegurou que «há equívocos nas relações entre Portugal e a língua portuguesa», reclamou ter em consideração a Galiza, os países africanos de língua portuguesa e também o Brasil, e afirmou que «vamos num futuro breve editar a nossa própria versão do Vocabulário».

Pela sua parte, o professor Evanildo Bechara, da Academia Brasileira de Letras (ABL), lembrou que se trata da quinta edição do Vocabulário em consonância com as normas do Acordo Ortográfico de 1990. A ABL edita desde 1970 o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, sucessivamente atualizado. A quinta edição está já disponível no mercado europeu por 60 euros.

Na sua intervenção, o Presidente da AGLP, Prof. José-Martinho Montero Santalha, afirmou que o Léxico da Galiza apresentado em Lisboa, é um primeiro contributo passível de melhoras, que será adaptado conforme aos critérios que forem adotados na elaboração do Vocabulário Comum. 

Académicos galegos com representantes do Ministério da Cultura e da Embaixada de Espanha

Concha Rousia (Academia Galega), Ângelo Cristóvão (Academia Galega),
Sr. Gaspar Díaz (Embaixada de Espanha), Dr. Augusto Joel (Ministério da Cultura),
José-Martinho Montero Santalha (Presidente da Academia Galega)

Sessão Interácadémica na ACL

Discurso do presidente da Academia Galega da Língua Portuguesa
Professor José-Martinho Montero

Descarregar texto em formato PDF

Mais info:

Publicado em Info Atualidade
GALIZA: Língua e SociedadeLéxico da GalizaNo mesmo ato também se dará conta do projeto para a integração de léxico da Galiza no Vocabulário Comum

Na quinta-feira, dia 14 de maio, na Livraria Couceiro de Santiago de Compostela (Praça Cervantes ou Praça do Pão), às 20h00, terá lugar o lançamento do livro Galiza: Língua e Sociedade (XIV ensaios), Anexo 1 do Boletim da AGLP, editado pela Academia Galega da Língua Portuguesa.

Intervêm Ângelo Cristóvão, Luís Gonçales Blasco "Foz" e António Gil Hernández (editor), sob a moderação da escritora e poeta Concha Rousia.

O volume, de 344 páginas, inclui textos inéditos e algumas reedições de artigos pertinentes no contexto galego, de: Lluís V. Aracil, Josep J. Conill, António Gil, Ângelo Cristóvão, Mário Herrero, Miroslav Hroch, Ernesto Vázquez, Miguel Cupeiro e Carlos Durão.

No mesmo ato também se dará conta do projeto Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa, apresentado em Lisboa, na sessão solene em que, em 14 de abril deste ano, participaram as três Academias da língua, Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras e Academia Galega da Língua Portuguesa.

Mais info:

Publicado em Info Atualidade
Galiza: Língua e SociedadeLéxico da GalizaTambém se dará conta do Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Comum da Língua Portuguesa

Apresentação do livro Galiza: Língua e Sociedade (XIV ensaios), Anexo do Boletim da Academia Galega da Língua Portuguesa 1, na Livraria Couceira (Praça do Livro), na Crunha, agendada para quinta-feira, dia 18 de junho, às 20h30.

Intervirão Celso Álvarez Cáccamo, moderador do ato; Fernando Vasques Corredoira, Mário Herrero Valeiro e António Gil Hernández, co-autores da obra.

Também se dará conta do Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Comum da Língua Portuguesa, apresentado, junto do Vocabulário da Academia Brasileira de Letras, na sessão solene realizada na Academia das Ciências de Lisboa em 14 de abril passado.

Agradecemos a assistência e participação.

Publicado em Info Atualidade

Léxico da GalizaA Associação Pró Academia realizará neste mês de junho de 2009 algumas visitas a centros sociais na Galiza para apresentar o Projeto de Léxico que a Comissão de Lexicologia e Lexicografia da AGLP está a elaborar.

O Léxico da Galiza foi realizado para, à partida, ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum. Contudo, no processo de elaboração surgiu a possibilidade de anotar palavras que poderiam fazer parte do Dicionário da Língua Comum. Ambos, Vocabulário e Dicionário estão projetados para se realizar entre vários países lusófonos, nomeadamente Portugal e Brasil, na sequência da implementação, nestes países e no resto de países lusófonos, das normas ortográficas do Acordo de 90, tal como vem de ser aprovado pelos seus governos.

As apresentações começam pelos centros sociais da Gentalha do Pichel (Compostela), A Esmorga (Ourense) e F. Artábria (Ferrol) e realizar-se-ão nos dias:

Centro Social Gentalha do Pichel (Compostela)
  • Quinta-feira, 4 de junho às 20h30
 
Centro Social A Esmorga (Ourense)
  • Sexta-feira, 12 de junho às 20h30
 
Fundaçom Artábria (Ferrol)
  • Sexta-feira, 19 de junho às 20h30

Estas constituem as primeiras visitas da Associação Pró Academia aos centros sociais galegos, visitas que esperamos tenham continuidade nos próximos meses.

Mais info:

Publicado em Info Atualidade
segunda-feira, 16 março 2009 09:00

Delegação da AGLP visita Lisboa

Academia das Ciências de LisboaManterá reunião na Academia das Ciências de Lisboa

Depois da sessão inaugural de 6 de outubro de 2008, em Santiago de Compostela, a AGLP fixou como primeiro passo nas suas relações exteriores uma viagem oficial a Lisboa. De 16 a 18 de março, uma Delegação da Academia Galega manterá entrevistas com personalidades da vida cultural e política, e uma reunião na Academia das Ciências de Lisboa.

A Delegação da AGLP está integrada pelo Vice-Presidente, Prof. Isaac Alonso Estraviz, o Secretário, Ângelo Cristóvão, a Vice-Secretária, Concha Rousia, e o Prof. António Gil pela Comissão de Lexicologia. Os motivos principais desta visita são a apresentação da novel Academia, a análise da situação da língua, e a coordenação na aplicação de alguns aspetos do Acordo Ortográfico, com especial interesse na elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum.

Léxico Galego

A Comissão de Lexicologia da AGLP elaborou um documento interno sob o título "Léxico da Galiza para ser integrado no Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa". A criação de um vocabulário abrangente de toda a diversidade existente nos diversos países e territórios da lusofonia foi recentemente aprovada na Declaração Final em Reunião Extraordinária dos Ministros da Educação e a Cultura em 15 de novembro de 2008, de conformidade com o previsto no Acordo Ortográfico de 1990, em cujas reuniões preparatórias participara uma Delegação de Observadores da Galiza, conforme consta nos documentos oficiais.

O documento da Comissão de Lexicologia, que inclui um número próximo dos 700 vocábulos, constitui, em palavras do presidente da AGLP, o Prof. Doutor Martinho Montero Santalha, uma primeira redação que tem de ser adaptada aos critérios que forem determinados na elaboração do VOCLP. Neste sentido indicou que não se trata de um texto definitivo, mas poderão ser acrescentados novos contributos.

Reunião na Academia das Ciências de Lisboa

A apresentação da nova Academia, a análise da situação da língua, a coordenação na aplicação de alguns aspetos do Acordo Ortográfico, e a elaboração do Vocabulário Ortográfico Comum, serão alguns dos temas a tratar na reunião que terá lugar na Academia das Ciências de Lisboa com o Exmo. Sr. Presidente, Prof. Eduardo Arantes e Oliveira, e o Exmo. Sr. Vice-Presidente, Prof. Adriano Moreira.

Fonte original:

Publicado em Info Atualidade

 

Vinte anos depois do lançamento FLiP original, a Priberam apresenta o FLiP 10 que inclui ferramentas para 4 línguas e 10 variedades do português (com ou sem Acordo Ortográfico), salientando a hipótese de escolher a ativação do léxico da Galiza.

Publicado em Info Atualidade
segunda-feira, 02 agosto 2010 20:58

FLiP 8 à venda com o Léxico da Galiza

Configuração do FLIP com o Léxico da Galiza

Desde 1 de agosto está à venda o FLiP 8, a última versão do pacote de ferramentas linguísticas da empresa Priberam. Entre as principais novidades está a incorporação de léxico da Galiza, fruto do protocolo de colaboração assinado a 26 de abril deste ano com a AGLP.

Além do galego, o FLiP 8 inclui também outros léxicos complementares, como os de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Macau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Inclui, aliás, a integração com o dicionário da mesma empresa e acesso a esta ferramenta sem necessidade de ligação à internet.

Da Priberam explicam que a incorporação dos léxicos complementares obedece a que «não fazia sentido que uma língua, com tantas variedades como o português, contasse apenas com duas [portuguesa e brasileira] contempladas nos corretores ortográficos». Esta atitude mereceu as lisonjas do secretário executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), Domingos Simões Pereira, que marcou presença no lançamento.

Compatibilidade com OpenOffice

Outra das novidades a destacar na nova edição é a compatibilidade com o OpenOffice, que o administrador da empresa, Carlos Amaral, diz vir responder às preferências dos utilizadores. O suporte já era garantido na versão do FLiP para Mac (2009), mas não estava disponível para Windows, como tampouco o está para Línux.

A inclusão das bandeiras desses países na opção de configuração do FLiP 8, como variedades do português, representa uma mudança na forma de conceber a língua, que se produz na sequência da aplicação do Acordo Ortográfico. Estas variedades nacionais aparecem integradas dentro do português europeu.

Publicado em Info Atualidade
Pág. 1 de 2